Borboleteando...

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
A vontade impulsiva de escrever e depois de ver tantos blogs interessantes me levou a criar um também... como borboleta, vou borboleteando por aí, sem saber onde isso vai dar nem onde irei parar... Bons vôos... εïз~*~

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Seção 32
Vander Lee
Composição: Vander Lee


Nem todo fim tem começo
Nem tudo que é bom tem seu preço
Nem tudo que tenho mereço
Nem tudo que brota é do chão
Nem todo rei tem seu trono
Nem todo cão tem seu dono
Nem tudo que dorme tem sono
Nem toda regra, exceção
Nem tudo que morre é de fome
Nem tudo que mata, se come
Nem tudo que é dor me consome
Nem toda poesia, refrão
Nem todo carro tem freio
Nem toda partilha é ao meio
Nem toda festa é rodeio
Nem tudo que roda é pião
Nem toda obra se prima
Nem tudo que é pobre se rima
Nem tudo que é nobre se esgrima
Nem tudo que sobra é lixão
Nem tudo que fito é o que vejo
Nem tudo bonito eu almejo
Nem tudo que excita é desejo
Nem todo desejo é tesão
Nem tudo que ganho é o que valho
Nem tudo que jogo é baralho
Nem tudo que cansa é trabalho
Nem tudo que se dança é baião
É baião
Nem todo amor é em vão
Nem toda crença, ilusão
Nem todo Deus, comunhão
Nem todo pecado, perdão
Nem tudo que se dança é baião
Nem tudo que sobra é lixão
Nem toda poesia é refrão
Nem tudo que se dança é baião

Outro dia, num dos meus momentos "olhar-pro-teto-e-pensar-na-vida", me dei conta do quanto dramatizamos diante de problemas tão pequenos. Às vezes tornamos o bicho maior e mais assustador do que realmente é.
Nos preocupamos tanto com a opinião alheia, vivemos tanto em função do julgamento alheio que suprimimos as nossas vontades, nosso bem estar, nossa felicidade. Mas a culpa é do sistema arcaico através do qual fomos criados.
Quem disse que homem não pode chorar? Quem inventou essa moda de quem ri por último, ri melhor? Quem porcaria foi que disse que mulher serve pra casar, ter filho, cuidar do marido, da casa, do gato, do cachorro, do trabalho, da comida, do escambau? Quem vai me obrigar a plantar um sorriso no rosto, se minha vida, naquele dia tá uma merda? Ahhh... chega!
Definitivamente, a vida real é bem diferente daquelas de propaganda de margarina!
Parto da premissa de que o essencial é a felicidade do ser humano e que as pessoas devem lutar ferrenhamente por ela, desde que esta felicidade não venha a destruir a do próximo.
Euzinha aqui quero optar pela minha felicidade! Se vai se enquadrar ou não nos moldes que a vizinha da frente, ou a fofoqueira da esquina gostariam, aí já vai ser problema delas!
Falando na vizinha da frente e na fofoqueira da esquina, percebo que muitas vezes (na maioria delas, na verdade), as pessoas se importam tanto com a vida dos outros pra, ao menos por aquele momento, esquecer seus próprios fracassos... que maneira errada de ver a vida! Penso que se encarassem de frente seus medos e derrotas, ficaria mais fácil buscar soluções para vencê-los, não é verdade?
Pois é... vou ali, pensar mais... rs...
Pensamentinho de Cabeceira:
"A fé ri das impossibilidades"
(Sei não quem disse isso, mas como não fui eu, vai entre aspas, rsrs)

23 comentários:

Marilyn disse...

Sammyra,
Antes de tudo, agradeço o abraço fooorte que recebi. Muito, muito obrigada pelo carinho. Aprendi a acreditar em Deus com minha mãe, em alguns momentos de sua doença, eu me desesperei e passei a não respeitá-Lo, mas pude ver Sua presença quando minha mãe se foi... Ele estava ali e sempre esteve.
A gente que perde sabe a dor que sente, mas se alegra ao saber que não há mais sofrimento. Obrigada, querida.
:)
Já sobre o texto, eu não costumo me preocupar com o que dizem ou pensam. Tempos atrás podia-se dizer que sim, eu ficava me policiando para dizer/fazer coisas e não ser punida por olhares tortos, hoje não. Procuro respeitar a todos e sigo minha vida.
Beijo.

Lana Haydée disse...

disse tudo, querida!!!
autenticidade sempre!!!

bjos

Max Psycho disse...

eu acho que todo mundo sempre se identifica com alguma musica do Nando reis. com certeza, ae estou te linkando no meu blog

Dih da Pâhzinha... disse...

Pensamento de uma jovem adolescente...
Conheço várias com o mesmo pensamento!!!

Abraço

http://www.avidanobeco.com/

Kiko disse...

Oi, a vida não e como uma propaganda de margarina, agora pouco estava na rua e pensei, viver é uma coisa um tanto quanto simples na sua essencia... o que acontece que a vida não é só essa essencia, nós temos necessidades de algumas coisas que aparentemente não são vitais mas são....
E na maioria das vezes... são essas que nos deixam acabados...

também não sei quem inventou a sentença... mas... "é melhor rir para não chorar..."

Beijo

Grilo Pensante disse...

as pessoas passam tanto tempo falando da vida das outras, que esquecem de viver as suas

Pura realidade....
não há como negar


http://felipepensador.blogspot.com/

Victor Oliveira disse...

A sociedade nos impõe regras e conceitos desde o nosso nascimento.
Como Renato Russo já dizia: a geração coca-cola.
É triste saber que por conta do que as outras pessoas podem falar ou pensar de nós, as vezes deixamos de fazer algo.
É hipocrisia dizer que você não quer saber de nada nem de ninguém. A vida é assim, nossos subconsciente trabalha assim, mesmo que nós não queiramos.
O que nos resta a fazer é tentar fazer dessa "regra" da sociedade o menos influenciável possivel em nossas atitudes.

Um abraço,

Victor Oliveira

Antonoly disse...

Muito bacana o seu espaço
você escreve muito bem
está de parabéns
continue assim.
Um beijo!

www.blowgh.wordpress.com

Cámila disse...

Meniina que texto enorme e cheio de conteudo!
ADOREI A PARTE:
QUEM DISSE QUE HOMEM NÃO PODE CHORAR!
concordo!

Aii viu quantos selinhos?!?!
UM MONTAO NÉ
ahhaha
beijo

Victória Cássia disse...

Gostei muito!
O texto desperta uma coragem adormecida...
Gostei MESMO!

Parabéns pelo blog! ;D

Marih disse...

"Pras pessoas de alma bem pequena, remoendo pequenos problemas, querendo sempre aquilo que não tem..."
Pois é, agente pode ser bem mais felizes se parar de sem impotar com bobagens, aprender a perdoar e enxergar a quantidade de coisas boas que já temos. Afinal que graça teria se vivessemos como num 'comercial de margarina'???Tudo perfeitinho, certinho...Vixeee seria chato de mais!Que bom que "a vida é real e de viés"!
Bjimm sammyra!

Milla disse...

aheiuaheuiaeh nossa, que post revoltado... Como pode uma borboletinha se estressar tanto?.. rs
Calma, sammy, calma... vc está certissima, ninguem tem nada que se intrometer na sua vida ou dar petelecos nas suas escolhas... Quem sabe o que é melhor pra você, além de Deus, é só você!
Oras bolas, não deixa ninguém folgar não... Voa mais alto, e veja tudo de lá de cima, e ensina pra quem não sabe, que todo mundo é igual, e que ao mesmo tempo, cada um é cada um! Portanto, se você faz a sua escolha, ninguém além de você tem que aprova-la! ;)

Bjuus!

Erica disse...

Oi!Acredito que regras existem para serem quebradas e não não me importo nem um pouco com o que possam falar.
Quero apenas ser feliz sem que para isso precise passar por cima de ninguém.Respeito para mim é primordial!
Ah,adoro o Vander Lee,mas não conhecia esta música.É linda!
A respeito do MEME,gostaria que me ensinasse como coloco no blog.Nunca fiz isso.Agradeço desde já.Bjs

Ana Martins disse...

oa noite Sammyra.... é assimmesmo que se escreve o sue nome??? Chique não? rsrsrsr....
Bjos

dani cabrera disse...

: )

Que bom pode contribuir pro teu bom descanso! rs

Mas é verdade. A vida é linda se a gente decidir olhar pro que realmente vale a pena!

Um beijão imenso pra vc!!!

-pequena disse...

Sammyra... antes me importava muito com que as pessoas diziam, vizinhos pensavam e realmente isso acontecia, até mesmo pq eu dava brecha pra eles fazerem, a partir do momento em que eu deixei isso de lado eu comecei a cuidar mais de mim, menos dos problemas e nem sei mais quem são meus vizinhos!!!
Para uma política de boa vizinhança... cuidem do que são de vcs que eu cuido do que é meu, respeitando cada um (ate mesmo pq tem 2 velhinhos que são vizinhos, tem q cuidar)!

desculpa minha ausencia por aqui!
até mais!

rita disse...

Realmente, vendo por esse lado, não só as vizinhas como meus amigos falam até pelos cotovelos, se deixar, da vida alheia. Tem hora que é ridiculo. Dá vontade de deixar um alto e sonoro "cuida da tua vida, caramba!". Mas eu aprendi que se eu for me preocupar com oq os outros falam e pensam eu não vou viver mais. Então 'deixa que digam, que pensem, que falem. deixa isso prá lá..' XD
Ah, adorei a parte "a vida real é bem diferente daquelas de propaganda de margarina!". ^^
beijos

*¨*Ellaehcarioca*¨* disse...

É totalmente verdade! Enquanto a gente se preocupa com os outros,que nem estão prestando toda essa atenção que a gente pensa,a vida vai passando e a gente vai perdendo pequenos prazeres por medo. E opior éoque vc falou,que eu vejomuito acontecer. As pessoas que se frustraram e deixaram de viver o que tinham vontade a vida inteira por medo da opinião dos outros hoje estão fazendo o mesmopra queoutras pessoas tambpém se paralisem e vivam da mesmaforma.É triste mas parece que pra quem se deu mal( mas ainda poderia mudar a sua história)éumconsolo ver que outros também não acabaram bem.Vai entender, né....

• A l i n e x) disse...

Nossa, disse tudo sabe, se cada um se preocupasse em buscar sua felicidade sem pensar se aquele cara que tá passando na rua agora acha interessante, seríamos mais felizes :D


Beeijos ;*

*Brisa disse...

Nossa gostei d texto...me fex refletir....

www.ideias-loucas.blogspot.com

=**

*Brisa disse...

tu escreve muito bem...

Alessandra disse...

me identifico muito com essa música...adorei a postagen. Bejos!

Victor Moraes, disse...

a fofoca é o refugio dos fracassados!
dimunuem sua culpa tentando aumentar a dos outros.

'deixe que digam
que pensem
que falem ...'

_____________________
muito obrigado pelos
parabéns, tudo de bom pra
você também ^^