Borboleteando...

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
A vontade impulsiva de escrever e depois de ver tantos blogs interessantes me levou a criar um também... como borboleta, vou borboleteando por aí, sem saber onde isso vai dar nem onde irei parar... Bons vôos... εïз~*~

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

terça-feira, 15 de julho de 2008


O Céu Está Rezando Por Ti
Anjos De Resgate
Composição: Dalvimar Gallo



O céu inteiro está rezando por ti, se for preciso nós estamos aqui.

Se a cruz, te parece pesada demais

Sê fiel e não perca a esperança da paz

Não se esqueça que o amor, que emana de Deus não vai se acabar.

O céu inteiro está rezando por ti, se for preciso nós estamos aqui.

Anjos e Santos intercedem por ti, e se preciso for estamos aqui.

Se o mundo te humilha e te faz dizer não

Creia em Deus, ele vai te mostrar sua direção.

No extremo da dor

O teu Deus segurou forte a tua mão.

O céu inteiro está rezando por ti, se for preciso nós estamos aqui.

Anjos e Santos intercedem por ti, e se preciso for estamos aqui.

No extremo da dor

O teu Deus segurou forte a tua mão.

O céu inteiro está rezando por ti, se for preciso nós estamos aqui.

Anjos e Santos intercedem por ti, e se preciso for estamos aqui.

O céu inteiro está rezando por ti, se for preciso nós estamos aqui.

Anjos e Santos intercedem por ti, e se preciso for estamos aqui.



Hoje, não sei por que cargas d'água achei de lembrar de um fato ocorrido há uns seis anos atrás. Vou lhes contar:

Nesta época eu trabalhava os dois expedientes em um colégio e fazia faculdade à noite. Como nunca conseguia sair na hora, sempre perdia o ônibus que levava os estudantes de graça pra facul e tinha que praticamente ir voando pegar o outro (e pagar a passagem, hunf!) no terminal que ficava a uns oito quarteirões do colégio.

Pois bem, num desses dias agoniados, lá estava eu chegando bufante, vermelha e suada para ver o transporte virando a esquina e a cara do cobrador dando tchauzinho com um sorriso do tipo "lero-lero, perdeu o ônibus, se ferro-ou". Que raiva! Mas, fazer o quê, agora era esperar o próximo...

E foi nessa espera que me deparei com um menininho de uns nove ou dez anos, sentado no chão do terminal, ao lado de uma senhora que julguei ser sua mãe. A mulher tossia muito, uma tosse feia, rouca, daquelas que parecem rasgar a garganta. Aquilo me incomodou um pouco, mas deixei pra lá.

E meu ônibus que não chegava, hein? Ia perder o segundo horário também, droga! A essa altura, minha paciência já estava zero!

De repente, senti uma puxadinha no canto da minha blusa. Virei bruscamente e com cara de poucos amigos, já preparada pra engolir quem ousava me cutucar justo naquela hora infame, quando vi o menininho (é, aquele mesmo que estava ao lado da mãe (?) tossindo). Seus olhos estavam tão espantados, a pele negra empalidecendo, que me vi obrigada a engolir todos os impropérios que estava prestes a soltar em cima de quem quer que fosse. Perguntou-me quase num sussurro:

-Moça! Ei, moça!

-Siiim?

-O que é pneumonia?

Decerto aquela criança ouvira alguém falar que era isto que sua mãe tinha... com certeza mil preocupações passavam por sua cabecinha infantil. Dei-lhe um sorriso, passei a mão em sua cabeça e respondi:

-É doença de tossir. Mas não se preocupa não, tudo vai ficar bem.

-Moça, você sabe rezar? É que ela tá doente de doença de tossir...

-Sei sim, e você sabe também! Pede a Deus e aos céus que cuide de vocês e acredite, tudo ficará bem.

O guri presenteou-me com um sorriso cúmplice e me levou até a mãe (?) dele. Conversei um pouco, perguntei se havia procurado um médico, ela mostrou-me os remédios que conseguira no posto de saúde e relatou que morava ali mesmo, no terminal, sentia fome e frio.

Nesse momento o ônibus chegou! Finalmente! Mas, decididamente, dei meia-volta, fui pra casa, peguei cobertores e um pouco de comida e levei para meu amiguinho e sua mãe (?) doentinha e cuidei um pouquinho deles.

Com certeza, perdi o ônibus e não fui mais à universidade naquele dia mas aprendi lições muito maiores com o menininho do temrinal e sua mãe (?) que tinha doença de tossir.

Nunca mais os vi por lá. Espero, sinceramente que os céus tenham ouvido nossas preces e eles estejam em paz!

Não sei porque lembrei dessa história hoje... deve ter sido justamente para dividi-la com cada um que borboletear por aqui...



Pensamentinho de Cabeceira:

"Há um ANJO aqui que intercede por ti

Trago um pedaço do céu num olhar pra te dar

Há um ANJO aqui bem pertinho de ti

Basta acreditar SOU TEU ANJO aqui."

(Anjos de Resgate)

23 comentários:

~Camila~ disse...

ADOOORO ANJOS DE RESGATE..
E essa musica então nooossa haha
no dvd deles entra uns bailarinos dançando e eu sempre me lembro@

eu me arrepiei toooda com a historia!! =]

BEIJOOO

Max Psycho disse...

eu na minha humilde ignorancia acho que nada nesta vida acontece por acaso, e se voce perdeu o onibus gratis e depois perdeu o que ia pagar no termial, era porque Deus queria realmente que voce se encontrasse com a criança e sua mãe, tanto para voce poder tentar dar um pouco de conforto a eles (através de cobertores, o que não resolvia o problema deles mas amenizava um pouco e era o que voce podia fazer) bem como voce também aprender algo, como voce mesma disse que aprendeu.
Infelizmente existem muitas destas mãe e filhos abandonados nos terminais e praças da vida, quisera cada um de nós que passar por eles, tivesse a aenção que voce teve, de repente so pelo fato deles receberem atenção de se sentirem gente, eles já se sentem um pouco renovados, PARABÉNS PELA SUA ATITUDE

Marih disse...

Pooxa Samyra essa sua história só vem reforçar aquela velho ditado"Deus não faz nada na hora errada."Vc perdeu seu ônibus e sua aula,mas em compensação ajudou uma família que estva precisando e provavelmente ficou-lhe meuito grata.È a vida que cada dia nos dá uma lição,nos mostra que por mais que a gente reclame,que a nossa situação esteja difícil existe gente em momentos bem piores.
Agradecendo seu comentário, eu tbm não acho ruim conversar com "desconhecidos" ou "semi-conhecidos"(rsrrsssrs) no msn, acho o fato em si curioso.Sempre fico pensando se na vida real as conversas iam fluir como no messenger!Ahhh e aumentando a sua lista de desconhecidos me add tbm: marynobry@hotmail.com !
bjãoooooO

B. disse...

Onde eu moro os ônibus não esperam nem vc atravessar a rua pra entrar!

Mas sobre o mais importante, são poucas as pessoas hoje em dia que ajudam, mesmo que seja com uma informação ou um carinho... ê mundo difícil. Uma vez um menininho me pediu dinheiro e eu dei quase todo meu dinheiro pra ele. Depois, minha mãe "brigou" comigo, dizendo que eu devia ter pagado uma comida, porque sabe-se lá o destino que tinham reservado pr'aquele dinheiro. Tem muita gente que usa criança pra conseguir dinheiro, que coisa horrível. Ah, enfim, não estou falando nada com nada, mas é que esse assunto realmente me faz pensar muita coisa! =*

Alex & Elisa disse...

Conheço essa música e acho mto bonita. Obrigada por nos visitar, beijos!

Elisa.

Erica disse...

Nada nos deixa mais realizados do que ajudarmos o próximo.É nesses momentos que fica clara a nossa missão na Terra:amar ao próximo INCONDICIONALMENTE.Bonito gesto,garota.Parabéns!

Gabriel disse...

nossa meu, tÊm coisas que acontecem que mexem com o nosso coração...lindo o texto!!

Jana Moraes disse...

Peço aqui desculpas pela minha ignorancia, mas não conheço nem a música, nem quem canta...

Mas é uma bela letra.
E um bom texto.

A Maçã está cheia de novidades.

Passa lá e confere.

http://macacomlimao.blogspot.com

André disse...

Muito legal... Adorei a sua abordagem!
Mais um texto de excelência!!!
Passe no meu blog que vc vai entender!
www.debateaberto.zip.net

Roberta disse...

Tua atitude foi muito emocionante, raras são as pessoas que param seu dia para desejar um bom dia, quanto mais para auxiliar as outras, este pequeno gesto pode ter gratificado muito aqueles dois, espero também que ambos estejam bem, e esses pequenos momentos realmente no ajudam a ter uma boa lição da vida. Parabpens pelo blog!

Beijos ;**

Sheips disse...

Na verdade poucas pessoas, alias quase nenhuma teria feito oque vocês fez, parabéns pela sua atitude!
beijo

Universo 42 disse...

Gostei da sua atitude e confesso que não faria o mesmo.

dbaskt disse...

kraca....tbm acredito que nada acontece por acaso........God controls everything...

abração!

www.locupletado.wordpress.com

Gisa disse...

Oi Sammy... você deixou um comentário no meu blog pedindo pra eu ensinar a riscar palavras, infelismente não dá pra ensinar por comentário, mas fiz um post ensinando no meu blog. É bem facinho, passa lá pra você ver!

Beijos, espero ter ajudado (desculpe minha prepotência shuashuashua)

AcidStorm disse...

Esse relato, foi um belo exemplo de como as pessoas devems e comportar. Nessa terra somos todos irmãos e deus nos ensinoua a amar o próximo como a nós mesmos.
Amar os pai, os amigos é obrigação prova mesmo é amar quem se quer conhecemos...

Um abraço para você borboletinha =)

AcidStorm disse...

Esse relato, foi um belo exemplo de como as pessoas devems e comportar. Nessa terra somos todos irmãos e deus nos ensinoua a amar o próximo como a nós mesmos.
Amar os pai, os amigos é obrigação prova mesmo é amar quem se quer conhecemos...

Um abraço para você borboletinha =)

*Brisa disse...

Toda vez que eu falo n meu blog q preciso arruma ro amario TOD MUND FALA nossa eu tb! ahahaah preciso mostrar isso para minha mãe,pq ela pensa que SÓ o meu armario é bagunçado!hahahaah

www.ideias-loucas.blogspot.com
Da uma passadinha la,acabei d postar!

=*

Thaís disse...

e vale arrepiar?
oaskpoksaosaokasop. ;x
nossa, que atitude bonita a sua, parabéns! ;*

e eu acredito que nada acontece por acaso, o ônibus se atrasou mas vc fez um bem muito maior e nossa.. tô sem palavras! espero conseguir fazer por alguem algo tão bom e bonito assim. :D

Mayumi disse...

Uau!
que história tocante, tocante meesmo!
Cada coisa que a gente vê, sente,
vivendo e apredendo - ajudar o próximo sempre, sempre!
Linda a sua atitude (:
Que Deus cuide dessa mãe, e o meninho.

beijos, beeeijos.

biik disse...

nossa, concordo com qe o max psycho comentou. se Deus fez vce perder os dois onibus eh qe ele qeria qe vce se encontrasse com esses dois .
;]

enquanto a musica, nao lembro qual eh mas vou procurar sabr se conheço..
:D

http://bejomeliga.blogspot.com

• A l i n e x) disse...

É engraçado, as vezes num fato que muitas vezes a gente poderia deixar passar, aprendemos lições extremamente importantes!

Gostei do seu post!
Beeijos ;*

Sandro S. dos Santos disse...

Bonito blog e estória também. achei a fonte da letra um pouco pequena.
um abraço!!

http://sandrosorte.blogspot.com

Erica disse...

Oi!Deixei um presente pra vc no meu blog.Passa lá.Bjs!!!!