Borboleteando...

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
A vontade impulsiva de escrever e depois de ver tantos blogs interessantes me levou a criar um também... como borboleta, vou borboleteando por aí, sem saber onde isso vai dar nem onde irei parar... Bons vôos... εïз~*~

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A insustentável leveza DE ser...

Liberdade
Marcelo Camelo
Composição: Marcelo Camelo


Perceber aquilo que se tem de bom no viver é um dom
Daqui nãoEu vivo a vida na ilusão
Entre o chão e os ares
Vou sonhando em outros ares, vou
Fingindo ser o que eu já sou
Fingindo ser o que já sou
Mesmo sem me libertar eu vou
É Deus, parece que vai ser nós dois até o final
Eu vou ver o jogo se realizar de um lugar seguro
De que vale ser aqui
De que vale ser aqui
Onde a vida é de sonhar?
Liberdade


Como é complicado SER, neste mundo... Desde o momento em que nascemos, já somos preparados pra SER alguém ou alguma coisa. Mal abrimos os olhinhos, mal esgoelamos aquela esgoeladinha induzida por um tremendo tapa no bumbum dado pelo médico, e já somos predestinados a SER.
No tempo em que nasci, não existia ultrassonografia (quem me chamar de velha, apanha!!!) e, assim que as mulheres constatavam que aquela vontade de comer um pedacinho de asfalto regado a creme de leite não era loucura, mas sim uma gravidez, já começavam a fazer planos e mais planos para aquele rebento, coitado, que não passava de um amendoinzinho ainda.
Já escolhiam os possíveis nomes (se for menina se chamará Lucrécia, mas se for menino será Astolfo), as possíveis profissões (ah, minha filhinha será médica, é uma profissão muito rentável e, além disso, descobrirá a cura para a dengue hemorrágica. Sim, é isto que ela será: m-é-d-i-c-a! ahhh, não, pois meu Astolfinho será um grande arquiteto! Daqui pra lá Brasilia estará acabada e será ele a projetar a nova capital, que por sinal levará meu nome: Cacildópolis!). E por aí não pára: nossa, tão bem-sucedidos assim, nossos filhotes deveriam casar, não acha? E nos dariam três lindos netinhos! - dizia uma ainda futura mãe, mas já propensa a futura avó de três netinhos lindos! A outra, pra não ficar por baixo, rebatia: Ah, mas só concordo se for duas meninas e um menino!
Ufa! E aí nascem a tal Lucrecinha e o Astolfão (pq homem que é homem não pode ser Astolfinho). E crescem com a dolorida obrigação de SER aquilo que lhes fora imposto mesmo antes de virem ao mundo. Então, começam os conflitos: A moça não suporta ver sangue, prefere mesmo é engajar-se no partido comunista e dedicar sua vida à luta pelas causas sociais, apaixona-se por um Che Guevara do século XXI e decide ir morar com ele numa casinha modesta à beira do Araguaia. O garotão, preparado pra ser o terror da mulherada, não compreende porque acha seu amigo Luis Carlos muito mais atraente do que as centenas de patricinhas que sua mãe insiste em lhe empurrar. "engenheiro? Cacildópolis? Cruuuuuuzes! Isso é uó! Quero mais é fazer faculdade de moda, montar minha própria grife e, junto com meu companheiro LuCa, produzir os desfiles mais badalados da região!" Estiloso e descolado, Astolflower Spring (é assim que ele assina suas peças),faz um sucesso absurdo entre a mulherada... ouvi dizer que até Britney encomendou algumas pecinhas pro seu new look. Há rumores tb que Madonna já queria o endereço da maison. mundo, tremei, aí vai Astolflower Spring!
São histórias como estas que me deixam feliz, que me fazem acreditar em pessoas de verdade, que conseguem SER justamente aquilo que tantas outras passam a vida inteirinha pelejando e não conseguem: ELAS MESMAS!
Um viva aos corajosos que querem SER... e SÃO!
Ps.: Qualquer semelhança com personagens desta história terá sido mera coincidência. É uma obra de pura ficção...
Pensamentinho de Cabeceira:
"Se alguém por mim perguntar
Diga que eu só vou voltar
Quando eu me encontrar"...
(Marisa Monte)

19 comentários:

Thais disse...

Esse foi meu lema pra 2008: eu quero vida de verdaaaaade pro meu coração! ^^
Eu tenho vc favoritada! Falta só colocar no blog, menina!

E eu tenho pensado MTO em expectativas... :/ E como elas destroem um presente bom, menina! Viva um dia de cada vez!!!! =D

Nathállia Motta disse...

nossa que lindo esse post!
gostei muito!
beeejos

Max Psycho disse...

nem sempre é facil SER num mundo em que se tem mais valor o TER.

Parabéns pelo texto gata e parabéns por voce SER esta pessoa super especial e que eu adoro de paixão, tenha uma ótima terça (e quarta e quinta e sexta, e sabado e doingo ......)

Desventuras em Série disse...

Oi, tudo bem?
Adorei, adorei e adorei o seu post. Falou tudo. Quantas pessoas estão mais preocupadas em viver aquilo que lhes é imposto? Quantas pessoas deixam de viver suas vidas, coisas que gostariam de fazer por se preocupar com o que o "povo" vai dizer? Precisamos disso. Precisamos SER e não apenas existir. Precisamos de pessoas que querem, que desejam que correm atrás de seus sonhos e vontades sem se preocupar com o pensamento dos outros..precisamos VIVER de verdade.
Adoro tudo no seu blog.!
Beijão e boa semana.

-> aah, enfim postei no meu blog. Passe por lá depois. xD

blogdape disse...

Parece a minha personagem do novo projeto depois te mostro tuuudo!!

Realmente SER de fato o que queremos se torna mais complicado ainda pelo fato de colocarem tantas expectativas na gente antes siquer de nascermos!

E eu me deixei levar por isso por muuito tempo, mas esse ano chutei o balde e decidi ser EU MESMA! *-*

beijãao querida uma óotima terça!

"Rafaela Pimentel" disse...

Nossa!! Eh muita verdade prum post soh ^^
rsrs
Eu sei como eh viver sobre a pressaum de ter ki ser oki kerem ki vc seja...
Mas eu to aprendendo a escrever minha propria historia!

"Rafaela Pimentel" disse...

Tem um presentinhu pra vc nu meu blog ^^

Jessicakiyama disse...

Pois é planos e mais planos, surge tudo antes de vc nascer, confesso que isso é uma preocupação de nossos pais para que não fiquemos isolados desta sociedade...
Acho que por todos terem a "mesma" meta de vida, por isso que o mundo continua o mesmo, as mudanças sempre a contece, mas mesmo as mudanças são as mesmas...
Rotina, rotina e rotina...

Fernanda disse...

Adorei o Post !
Adorei mais ainda o trechinho do Cartola/Candeia q vc colocou no final do post, da música preciso me encontrar:" Deixe-me ir preciso andar... qro assitir ao sol nascer, ver as águas do rio correr, ouvir os pássaros cantar ..."
AMO Essa música !



Beeeijos!

posso te seguir ??
ou linkar ??

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Amei do início ao fim o seu texto, Sammyra!
Ser, ser plenamente é uma missão. Só assim nos realizamos.
Beijos e borboleteios!

máa :* disse...

Astolflower Spring foi ÓTIMO! haha.
Incrível, meus pais sempre diziam que queriam que eu fosse Jornalista, eu afirmava não querer ser tal coisa não só pelo simples fato de não gostar disso, mas também e principalmente para ser do contra! :P
Hoje, decidi que farei Jornalismo, uma escolha minha. :)
:*

Marih disse...

Aiiii que bom q vc gostou, é de verdade!!!
E esse novo post???Como os outros linnnndo!
Bjo, bjok!

mateusbonez disse...

OUN, perfeito pro meu fim de noite emo, pra chorar mais um poco. Muito lindo sammyra, vs sempre emocionando e sabendo pelo menos parecendo saber tudo de mim. Um beijo enorme amigona e espero sua visitona sempre *-*



http://tiomah.blogspot.com/

Marilyn disse...

Sejamos todos! ;)
Beijo!

Quase Trinta disse...

Me fez lembrar a letra da música da Pitty.... que diz mais o menos assim: "o importante é que seja você, mesmo que seja estranho seja vc, mesmo q seja bizarro, seja vc!...

ºDreº disse...

Lucrécia?
Astolfinho?
Coitada da criança que ganhar este nome...
E os apelidos então?!?
Doideira...
asuhsuhhuhsasuhahsha
Engraçado o post.
Ah... Obrigada pelos parabéns!
Beijos

Moni disse...

lindo post!!! acho q a vida será semopre assim, de um jeito ou de outro! beijos

Michelly de Paula disse...

Saaaannn...
eu to bem sim, turbulencias superadas, e diria ate que estou pronta pra outra! =]

Agora é só renovar as energias e MUDAR!

ps.: sem esquecer quem tanto nos ajudou! ;)

bjaaooo

Bonecah de Pano disse...

Oii.
Desculpa a demora pra visitar seu blog de novo.
Tô em semana de prova na facul e nem no meu blog tenho postado.
Tô sem cabeça pra nada (quase nada).
Mas deixemos minhs falta de tempo de lado.
Vim para comentar do seu blog.
Amei o post.
É parecido com um lema que sempre levo comigo:' Viver, é fácil, difícil é viver pra valer! '
Muita gente hoje respira, anda e fala; Mas quase ninguém VIVE com todas as letras...V-I-V-E-R!
Poucos entendem o significado dessa palavra..
Mas luto e espero de coração que logo isso mude.
E que comecemos à ser, e não que sejamos o que querem para nós.

=)

Beeeiijo.
Até a próxima visita!